Categoria: Sindipeças

Desempenho do setor de autopeças | Janeiro a março de 2020

A indústria de autopeças passou a sentir os impactos locais da pandemia de Covid-19 a partir de março. O faturamento no mês caiu 7,7% na comparação com fevereiro, que já havia sido ruim por causa do carnaval. O confronto com março de 2019 mostrou queda ainda maior, de 15,7%. No acumulado do ano a retração ...

Balança comercial | Janeiro a março de 2020

As ações de combate ao coronavírus afetaram o comércio de autopeças em março, sobretudo a partir da segunda quinzena. As exportações no mês somaram US$ 528 milhões, resultando em queda de 20,3% em relação a fevereiro. Na comparação com março de 2019 a retração foi ainda mais alta, 23%. No acumulado do ano, as vendas ...

Desempenho do setor de autopeças | Janeiro e fevereiro de 2020

O faturamento das autopeças em fevereiro registrou leve alta de 1,4% sobre janeiro, mostrando que o setor começava a enfrentar dificuldades antes da crise provocada pelo coronavírus. No bimestre, a queda foi de 8,2% em relação aos dois primeiros meses de 2019. A retração no período foi puxada pela redução de 10,4% nas vendas às montadoras ...

Balança comercial | Janeiro e fevereiro de 2020

O déficit na balança de autopeças somou neste primeiro bimestre US$ 610 milhões, total 2,6% menor que o anotado no mesmo período do ano passado. Nestes dois meses o País exportou US$ 1,05 bilhão, ou 6,7% a menos pela comparação interanual. Segundo o Sindipeças, entidade que reúne os fabricantes do setor, os números até fevereiro ...

Desempenho do setor de autopeças | Janeiro de 2020

As fabricantes de autopeças faturaram em janeiro 6,7% a menos que no mesmo período do ano passado. A queda decorre tanto das exportações (-26,2% pela análise em dólares) como das vendas às montadoras (-8%). Das grandes fontes de receita para o setor, somente o mercado de reposição anotou alta em janeiro, 7,3% pela comparação interanual. A ...

Balança comercial | Janeiro de 2020

A balança comercial de autopeças começou 2020 com déficit de US$ 522,8 milhões. O valor é 11,8% mais alto que o anotado em janeiro do ano passado e decorre de expressiva queda nas exportações. O Brasil enviou em janeiro US$ 390,6 milhões em componentes, valor 23,6% menor pela comparação interanual. O déficit foi atenuado pelo ...