Categoria: Fenabrave

Vendas de veículos usados – janeiro a julho 2018

Ao contrário do mercado de veículos novos, o de usados registra leve queda de 0,10% no acumulado de janeiro a julho. Dados da Fenabrave apontam que o segmento leve foi o responsável pelo desempenho negativo no período, cujo volume das transferências caiu 0,14%. Clique aqui para fazer o download do PDF  

Vendas de veículos avançam 15% até julho

As vendas de veículos avançaram 15% no acumulado de janeiro a julho na comparação com iguais meses do ano passado. Dados da Fenabrave mostram que os emplacamentos superaram volume de 1,38 milhão de unidades, entre veículos leves e pesados. Clique aqui para fazer o download do PDF  

Vendas de veículos usados – 1º semestre

As vendas de veículos usados empacaram no primeiro semestre: todos os segmentos tiveram crescimento abaixo de 1% na comparação com os resultados de mesmo período do ano passado. Dados da Fenabrave apontam que as transferências aumentaram apenas 0,79% na primeira metade do ano. Clique aqui e faça o download do PDF  

Vendas de veículos | 1º semestre 2018

Ainda sob efeito da paralisação dos caminhões que afetou toda a atividade econômica do País, as vendas de veículos ficaram estagnadas em junho, com emplacamento de 202 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, quase o mesmo número de maio, com leve alta de 3,7% na comparação com o mesmo mês de 2017. No primeiro ...

Vendas de veículos usados avançam 2,8% em cinco meses

O volume de vendas de veículos usados avançou 2,8% nos cinco meses encerrados em maio na comparação com igual período do ano passado. Dados da Fenabrave, que reúne o setor de distribuição, apontam que o total de transferências atingiu as 4,42 milhões de unidades no período, considerando os negócios realizados para automóveis, comerciais leves, caminhões e ...

Vendas de veículos | janeiro a maio/18

Embora com os mesmos 21 dias úteis de abril, o mês de maio registrou queda de 7,1% nos emplacamentos de veículos como consequência da greve dos caminhoneiros. Os segmentos mais afetados foram os automóveis (-8%) e caminhões (-8,1%).  Já o licenciamento de ônibus registrou alta de 8,8%. No acumulado até maio, no entanto, todos os ...